Postagens

#EuSouMaisEu

Imagem
Sou mulher, preta, pobre.
Sou socióloga pós-graduada, empreendedora, desempregada.
Sou mãe, esposa e filha 24 horas por dia. 
Cozinho, lavo, passo e ainda brinco com filho.

Corto cabelo, faço unha, massagem e amor
Sou freela, escrevo texto (e estudos de outros).
E eu também sou bordadeira, bonequeira, artesã e arteira
Me viro nos trinta, mas sempre me saio com menos quarenta.

Estudo todo santo dia, pra não sucumbir à vilania
E todo diabo de dia também, pra não me esquecer de onde vim. 
E, caraca, sou de esquerda, meio anarquista, mas vendida jamais.

E eu não tenho casa, nem carro, nem Money.
Sou o que intelectuais chamam de estatística.
Mas ainda assim #eusoumaiseu e me garanto nesse pais de M. onde "estatísticas" como eu desistem rápido e costumam sucumbir à tirania macho-fascista-patriarcal-cristã.

E não, não sou bonita, e nem feia
E nem precisa, não faz diferença.
Minha vaidade não é da conta de quem pensa
Que vai definir minha presença.

Minha poesia? Essa é só mais uma sangria
Escorrendo i…

Como reagir ao envelhecimento?

Imagem
Quando nos levantamos um dia e percebemos que estamos, finalmente, envelhecendo, como é que deveríamos reagir?

Crescer de vez, sair daquele lugar comum de aceitação e finalmente começar a dizer tudo o que se pensa sobre a idade, sexo, drogas e rock'n'roll... Aprender uma nova língua, entrar definitivamente naquele cursinho de croché, se matricular em aulas de yoga para a "melhor idade", ou continuar simplesmente com sua vida, fazendo de conta que n.a.d.a mudou!?

Um dilema que comecei a viver há pouco mais de três anos, quando recebi duas notícias muito difíceis: estava entrando na menopausa e, ao mesmo tempo, desenvolvendo uma osteopenia (aquilo que antecede à osteoporose*).

Parece estranho, mas é assim mesmo como falam: num dia você é uma mulher bonita, desejada, sexy, e no outro, bem no outro, você já não é nem mais vista como mulher.

Espantar-se? Infelizmente, ao menos no Brasil, as coisas se exatamente assim quanto se trata de mulheres maduras, ou coroas, como di…

Sobre "Black Mirror" e os espelhos escuros à nossa volta

Imagem
Hoje tive a oportunidade de ler em uma rede social dois textos* que me fizeram pensar muito sobre o seriado Black Mirror** e sua conexão com a realidade atual. Juntando isso com a leitura de Inferno, de Dan Brown, que fiz há uns anos (pego carona na exibição atual do filme) pensei: afinal, se olharmos melhor, os espelhos negros já estão por todos os lados.

Black Mirror nos fala de um futuro não tão distante, mas eu acredito que o seriado esteja falando o tempo todo de nosso passado e presente também. Sabe como? Ele nos diz...

- Como somos intolerantes em qualquer tempo (Odiados pela Nação);

- Como podemos ser racistas em qualquer tempo e mesmo quando não parecemos ser (Engenharia Reversa);

- Como somos machistas e possessivos em qualquer tempo (Toda a sua história);

- O quanto apreciamos a humilhação alheia, mesmo que isso nos enoje ou nos dê medo (Hino Nacional ou Quinze Milhões de Méritos ou Urso Branco);

- Joga na nossa cara o quanto somos carentes e precisamos desesperadamente da aprova…

Um tempo para tudo, um tempo para se reconhecer no mundo

Imagem
Há alguns meses eu e meu companheiro de vida ficamos desempregados.

Há alguns meses eu e meu companheiro, mais meu querido filhinho de quatro anos, por problemas que nem vale mais a pena ficar aqui reprisando, perdemos nosso apartamento.


Desde então, temos vivido na "corda bamba". Cada dia um novo sobressalto, um novo e difícil problema para resolver, uma nova e estressante decisão a tomar.

Temos tentado viver como quem acabou de acordar de um sonho ruim. Sempre esperando que o dia nos traga uma boa surpresa que nos faça esquecer a "noite ruim" que estamos tendo constantemente.

Em quase todas as nossas noites, nos últimos tempos, temos conversado sobre como resolver os problemas do próximo dia sem deixar que eles nos engulam, sem deixar que eles destruam nossos sonhos e nossas esperanças. E a cada manhã, ou em quase todas, acordamos renovados de esperança, com vontade de viver, de aprender, de cuidar de nosso filho, de nossas vidas e, pasmem, de nosso país.

Pois é…

A vida é tão rara...

Imagem
E mais uma vez o ódio, a intolerância, o desrespeito, o preconceito, o egoísmo, seguem avançando em velocidade alarmante.

Por todos os lados os ouvidos estão moucos, os olhos cegaram, a turba apenas quer ver, e ver sangue, o do outro, sem se ater às consequências que virão com tanta falta de responsabilidade.

Pessoas queridas, a história sempre acaba por mostrar que este tipo de comportamento insano acaba em consequências desastrosas, quase sempre fazendo como vítimas apenas aqueles que menos tem como se defender de todos os arbítrios.

Será gente, que é tão difícil parar, pensar, ler mais devagar, ler o outro, olhar nos olhos e respirar antes de ofender aleatoriamente à torto e à direito quem simplesmente esta defendendo seu ponto de vista?!

Por piedade e compaixão meu amigos, familiares, conhecidos, entendam que é muito importante mantermos a democracia neste país tão carcomido por golpes e mais golpes, que nos tiraram tantas vezes a autonomia de podermos nos expressar (assim como to…

Um aniversário da simplicidade

Imagem
Ontem foi aniversário de uma das mais importantes cidades brasileiras e, como sempre, minha família saiu às ruas para comemorar.


Nada de grandes shows no Vale, não. O que encontramos foi um centro diverso e rico de manifestações culturais e a Avenida Paulista fechada aos carros e aberta à felicidade de milhões de pessoas.


"O sol estava quente e queimou a nossa cara", mas tínhamos as sombras das micro praças para nos acolher e às nossas crianças, que, como deveria ser, se divertiam correndo, pulando, brincando de pegar, de esconder, de bola, de pula-pula...

Na verdade, nós começamos um pouco antes, no domingo fomos ao Parque do Ibirapuera e tivemos a oportunidade de ver a exposição de comemoração aos 60 anos do Pavilhão Japonês. De novo maravilhas traduzidas em simplicidades.



Sim, continuo acreditando que as melhores coisas da vida são as mais simples.


#ParabénsSãoPaulo462anos

Tudo que começa tem um fim

Imagem
Eu queria muito dizer com palavras próprias tudo o que venho sentindo após deixar meu trabalho de quase vinte anos como assessora política, mas, infelizmente, minha mente se recusa a sair do período de recesso a que eu a submeti. Minha promessa feita a mim mesma, de que aproveitaria este tempo "de férias forçadas" para fazer uma limpeza em minhas faculdades mentais, parece que realmente funcionou. Ando mesmo sem inspiração para as letras.

Bem, mesmo assim, achei algumas frases, de pessoas das quais admiro a escrita, que podem dar uma idéia do que ando pensando de todo o processo vivido e vivente. Ai vão, e que ninguém  se sinta mais ofendido com elas do que eu mesma me sinto com algumas atitudes e ações próprias desta que aqui vos escreve. Agradecimentos ao site mensagenscomamor.com, no qual localizei a maioria das frases aqui descritas.


Jean-Luc Godard A história deve ter um começo, um meio e um fim, mas não necessariamente nessa ordem.
Bob Marley Ninguém pode voltar no tempo e …